Quem escreve

Sobre o Blog: 

Este blog sou eu. Literalmente. Não terá apenas um assunto específico, será focado em tudo aquilo que eu gosto de falar: música, jogos, poesia, filmes, diários e enfins. Acredito que é bom compartilhar coisas boas para outras pessoas e este é o meu objetivo aqui. Compartilhar a minha opinião, os meus sentimentos, meus gostos, na esperança que vocês se identifiquem e gostem.

Quem és? (metaforicamente falando)

Não me descrevo pois acho que isso me limita. Posso ser um infinito, um abismo, um tiro no vácuo ou quem sabe eu possa ser apenas um jarro vazio. Sem rótulos, sem julgamentos, todos nós somos apenas carne e alma.

Se quiser me encontrar, eu estou em cada poesia e em cada texto escrito. Pedacinhos de mim espalhados por aí, voando para onde o vento leva, com palavras tiradas de dentro do meu coração tão cheio. Estou em cada papel úmido de lágrimas derramadas, maneira que dou conta da tempestade que ocorre de dentro para fora. Estou em cada palavra de Caetano, nos sentimentos de Gadú e nas canções de Nina Oliveira. Estou pelo ar, pelos corredores, pela maré. Pelas flores, pelas dores, pelas cores.

Mas eu também estou aqui! Estou em um corpo físico e eu sou parecida com você. Temos histórias, temos culturas, temos tempo de vida… Temos amor! E só o amor é capaz de diferenciar cada um de nós.

  • Escritora do livro “Sinestesia” e “Ariel Disse Para Nós”, amante de música clássica, gatos, poesias, e açaí.
  • Baiana do cabelo enroladinho, olhos castanhos e 1.60 de altura.
  • Todos os textos são escritos por mim, portanto, NÃO copie pois plágio é CRIME. 
  • Facebook.

Quem és? (literalmente falando)

Em breve…

Por que escreves?

Escrevo por que é a minha melhor forma de expressar todos os meus sentimentos de uma só vez. Escrevo por que me liberta, escrevo por que me sinto livre. Escrevo por que com uma caneta e um papel, ninguém pode me dar limites. Escrevo por que amo, escrevo por que sinto. Escrevo por que na falta de alguém para me ouvir, converso sozinha. Escrevo por que falar sozinha pode ser considerado esquizofrenia. Escrevo por que faz parte das minhas alegrias. Escrevo por que amo brincar com as palavras. Escrevo por diversos motivos, mas acho que o principal é: escrevo por que sou capaz de demonstrar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s