Textos

Para ela.

Imagem de outline, drawing, and grunge

Ela não sabe,
Ela não se vê,
Mal sabe a menina,
Que é tão perfeita
De se descrever.


Então eu começo
Por meios de versinhos
A poesia mais boba
Mas não de sentimentos vazios.

Ah, se ela soubesse
Como os marmanjos se perdem
Nos seus olhos tão profundos.
Não são todos que desvendam
O mistério por trás.

Então, o vento bagunça-te os cabelos…
Fios negros se balançam.
Mas não tem problema,
Um sorriso se abre carregado de poemas.

De todas as curvas no corpo,
Perco-me e acho-me somente
Na curva do seu sorriso.

Menina doce
Que dança, que brinca,
Que bate pé e xinga,
Que inventa, que canta
E que sempre encanta.

Milionária de qualidades,
Com apenas um defeito:
Não reconhece toda a sua riqueza.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s